Filosofia & Bolachas



Abaixo com a cultura! Viva o Daniel!


Mandem-Me Mail, Sacanas!
ou então, falem comigo no AOLIM: DivineComedian42 Arquivos
(onde guardo os meus velhos posts)

Livros recentemente lidos:
"Fraeulein Else", Arthur Schnitzler
"The Complete Works Of Oscar Wilde" (em passo lento, em alternância com outras leituras)
"Sermões Escolhidos", Padre António Vieira
"Poesia Lírica", Luís De Camões
"Teatro De Gil Vincente"

Blogs (em língua Portugesa)
A Buzina Do Meu Carro É Ridícula
bisturi
Nocturno '76
bomba inteligente
Diário De Bordo-Inépcia
Filhos de Viriato
O Blog Da Papoila
deslizar no sonho
respirar o mesmo ar
doendes & duentes
sushi com colera
Cá & Lá
Contre Le Sexisme
Levante
Barnabé
Ginger Ale
Blog De Esquerda II

Blogs (em língua Iglesa)
If Then Else
Mental Fog Box
Hipster Detritus
Freezing To Death In The Nuclear Bunker
I Held Her In My Arms
radio free narnia
NYLPM
Sick & Tired Of Watching Shite

Publicações abençoadas com a minha escrita:
Hip-Hop Nation
A Puta Da Subjectividade
CultureDose

Links:
Fórum PTWeblogs
ILX
Seanbaby
X-Entertainment
I HATE MUSIC
Your Favourite Band Sucks
Robert Christgau
Inépcia This page is powered by Blogger. Isn't yours?

domingo, outubro 12, 2003
 
Estou a ler de momento ”Os Pescadores”, do Raul Brandão.

A acção do livro desenvolve-se mais ou menos assim:

1º passo: Descrição detalhada e profundamente maçuda de todos os hábitos dos pescadores numa determinada aldeia ou região de Portugal.

2º passo: Descrição da paisagem que os cerca, realçando quase sempre que um pintor acharia aquilo uma delícia, ou que se ele fosse pintor tentaria pintá-la deste ou daquele modo.

3º passo: Breve lamentação sobre o estado político-social de Portugal e/ou referência literária.

4º passo: Repetir a fórmula.

Devo admitir que o livro tem algumas passagens extremamente belas. Também é possível que possa vir a apreciar a obra mais quando for mais velho (o meu pai disse-me uma vez que, quanto mais avança na idade, menos se preocupa com enredos e mais atenção dá a descrições.) Mas por enquanto este aparenta ser o livro mais chato que li desde que fui forçado a engolir a ”Aparição” na escola.


sábado, outubro 11, 2003
 
Não tenho prestado a atenção devida à bloglogsfera portuguesa: qual é o blog que peco mais por não conhecer?

(só um URL por pessoa!)

(não vale dar o endereço do próprio blog!)


quinta-feira, outubro 09, 2003
 
Ah sim, e o novo single dos Outkast é....bem....ora....desculpem, mas não me sinto digno de o descrever. Digamos apenas que o Big Boi e o André 3000 continuam a ser O MELHOR GRUPO DO MUNDO, e que mal posso esperar por ouvir o álbum.

(sim, sei que técnicamente o single é só do Andre, mas quero lá saber, Outkast é Outkast.)


 
Já tinha sido avisado pelas recensões que li sobre o filme que "A Liga Dos Cavalheiros Extraordinários não iria ser grande coisa, mas, sendo um fã da obra de Alan Moore (que escreveu a banda desenhada na qual o filme se baseia), e para além disso também tendo um imenso fraquinho pela época em que o filme se desenrola, fui à mesma ver. Resta-me apenas confirmar os erros do filme: a falta de fidelidade ao original, a manipulação da personagem de Quartermain para dar mais oportunidades de se armar em herói ao Sean Connery, a americanização (o Homem Invisível ou o Mr.Hyde, até mesmo Dorian Gray numa equipe de super-heroís do século XIX, fazem sentido; o Tom Saywer, não. E nem me falem na desprezível cena em que Quartermain passa o seu legado a Saywer, OH MEU DEUS QUE SIMBOLISMO!), o triângulo amoroso mal desenvolvido, a vã tentativa de substituir o sofrimento que Quartermain possui na B.D. (dependência do ópio) num lugar comum de stock hollywoodesco (o pobre homem perdeu o seu filho!), as tentativas forçadas de inserir referências a outras obras (algo também presente no original, mas lá é menos irritante) e a enorme incompetência do guião no que diz respeito ao equilíbrio da acção (quase todo o desenvolvimento das personagens é feito num grande bloco, na viagem a Veneza.) Quem já leu a banda desenhada e todas as obras em que essa se inspira pode ir ver, porque ver todas essas personagens juntas em carne e osso não deixa de ter a sua graça; o resto do pessoal não precisa de desperdiçar o seu tempo com um filme tão medíocre.


segunda-feira, outubro 06, 2003
 
ESTOU bebedao. Oh cxan I feel it? Yessss....I like piewl. vitorino rula ve também amákia rodrigues e the sugarhill gsang e os ballboy e op pulp' e os linkin park. Deus ESTEJA COM, VICÊS±!!!