Filosofia & Bolachas



Abaixo com a cultura! Viva o Daniel!


Mandem-Me Mail, Sacanas!
ou então, falem comigo no AOLIM: DivineComedian42 Arquivos
(onde guardo os meus velhos posts)

Livros recentemente lidos:
"Fraeulein Else", Arthur Schnitzler
"The Complete Works Of Oscar Wilde" (em passo lento, em alternância com outras leituras)
"Sermões Escolhidos", Padre António Vieira
"Poesia Lírica", Luís De Camões
"Teatro De Gil Vincente"

Blogs (em língua Portugesa)
A Buzina Do Meu Carro É Ridícula
bisturi
Nocturno '76
bomba inteligente
Diário De Bordo-Inépcia
Filhos de Viriato
O Blog Da Papoila
deslizar no sonho
respirar o mesmo ar
doendes & duentes
sushi com colera
Cá & Lá
Contre Le Sexisme
Levante
Barnabé
Ginger Ale
Blog De Esquerda II

Blogs (em língua Iglesa)
If Then Else
Mental Fog Box
Hipster Detritus
Freezing To Death In The Nuclear Bunker
I Held Her In My Arms
radio free narnia
NYLPM
Sick & Tired Of Watching Shite

Publicações abençoadas com a minha escrita:
Hip-Hop Nation
A Puta Da Subjectividade
CultureDose

Links:
Fórum PTWeblogs
ILX
Seanbaby
X-Entertainment
I HATE MUSIC
Your Favourite Band Sucks
Robert Christgau
Inépcia This page is powered by Blogger. Isn't yours?

domingo, junho 29, 2003
 


Oiçam bem, meus amigos: o creme de protecção solar é um dos maiores amigos da humanidade. Apollo é sedutor e agradável nesta época do ano, mas a sua fúria cai sobre quem pensa que pode abusar dos seus raios sem possuir um bom escudo - eu que o diga. Já passaram três dias desde que apanhei o mais épico escaldão da minha vida, e ainda mal me consigo encostar na cadeira sem ter dores.

No meu caso, foi a preguiça que levou a esta agonia; mas existem pessoas que levam escaldão de propósito, porque acham que com protecção solar custa mais cultivar um bom bronzeado; uma atitude que não tenho quaisquers problemas em classificar como sendo perversa. Apanhar um escaldão, daqueles bem sérios, não é uma experiência agradável, mas as dores acabam por ser também conselhos amigáveis, aquilo que os americanos chamam tough love. A mensagem é clara e concisa: "Abusaste. Não repitas." Quem recebe uma mensagem destas e a ignora só para atingir um ideial estético qualquer, mostra um imenso desrespeito pela natureza e pelo seu próprio corpo.


 
(Nota a quem comentou o meu post de frustração sobre as mudanças no blogger- eu apenas tinha escrito o mesmo para testar o funcionamento do meu blog...logo a seguir, apaguei-lo. No entanto, parece que o blogger só se dignou a cumprir essa minha ordem de eliminação um dia depois, quando o post já tinha uns comentários- ainda cheguei a tempo de ver que houve mais um depois do que eu fiz, mas estúpidamente não cliquei nele imediatamente, optando em vez disso por um passeio por alguns links, e quando voltei já tinha desaparecido.)


sábado, junho 28, 2003
 
O maior lugar comum da bloglogsfera portuguesa actual é queixar-se da bloglogsfera portuguesa actual. Se tiver que ler mais um blog a cantar hinos nostálgicos aos "bons velhos tempos" (os tempos longínquos de 1999, presumívelmente) ou a choramingar por não ter aparecido no Público, Expresso, Visão ou Curto Circuito, explodo.


 
Pronto, a minha sessão de anfitrião acabou, a minha amiga já está à caminho do Ohio, e posso agora voltar a concentrar-me no Filosofia & Bolachas (se bem que concentrar, é como quem diz - há os exames, há os meus tais planos de andar mais na "vida real"...)